Etelvo Rocha, Gerente de Recursos Humanos
  • Gerente de Recursos Humanos

Etelvo Rocha

Feira de Santana (BA)
2seguidores5seguindo
Entrar em contato

Comentários

(15)
Etelvo Rocha, Gerente de Recursos Humanos
Etelvo Rocha
Comentário · mês passado
As instruções dadas a cerca da entrega neste tópico, é deveras vagas e sem amparo legal, pois o código de defesa do consumidor NAO OBRIGA, ainda que por força de contrato de compra, venda e fornecimento de serviços, que o ENTREGADOR, pessoa física, trabalhador Braçal, seja OBRIGADO a SUBIR ESCADAS, quando a NOTA FISCAL não determina o DOMICILIO do comprador como fixado no 1º andar de um prédio ou residencia.
Induzir a Denuncia de que o mesmo é INCAPAZ, por qualquer motivo ao MIN DO TRABALHO, constitui ato danoso ao CIDADÃO, que consequentemente perderá seu emprego por força dessa atitude do comprador ou tomador do serviço.
Mesmo que o ENTREGADOR, tenha força física para fazê-lo, força-lo sob ameaça constitui CRIME e deve ser denunciado na DELEGACIA DE POLICIA e posteriormente aberto processo por DANOS MORAIS E MATERIAIS A PESSOA.
O autor do tópico, beira a personalidade de um feitor de fazenda, dos tempos FEUDAIS.
Ninguém é obrigado a fazer ou deixar de fazer salvo por força de Lei;
A dignidade humana, é garantida nos termos da CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA DE 1988, e pela Hierarquia das Leis, ainda que o CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR preveja que esse serviço é legal, o que não se prova em nenhum artigo, salvo fosse era MERITOCRATICAMENTE INCONSTITUCIONAL, por ferir princípios básicos da mesma e da Lei de Direitos Humanos UNIVERSAL.
Etelvo Rocha, Gerente de Recursos Humanos
Etelvo Rocha
Comentário · há 3 anos
Estamos numa ditadura democrática. É um paradoxo, é, mas é real.

O nosso país vive um dos mais terríveis Apartheid. O social.
Temos uma JUSTIÇA vendida, onde políticos (ratos), são seus próprios julgadores.
O pobre rouba algo, ínfimo, de pronto, é logo enjaulado, enquanto nem o SUPREMO, consegue, se quer julgar os criminosos políticos enquanto exercerem as suas atividades, porque eles, votam e descaracterizam as decisões do SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, mas o pobre...

A nossa
Constituição está DESMORALIZADA perante a população, temos a CONSTITUIÇÃO DOS POLÍTICOS, RICOS E POBRES. sendo que a dos pobre tem que ser cumprida, quando esta for para PUNILOS.

Chegamos ao cúmulo de estabelecer 03 (três) classe, numa unica nação, O POLÍTICOS criaram seu próprio mundinho, onde inspirados em , Eric Toledano e outros mentores, se tornaram "OS INTOCÁVEIS".

Essa perspectiva, é bem conhecida da humanidade, pois, onde o povo se sente acoados, indefesos, a tendencia é, depois de muito sufocado e oprimido, generalizar uma guerra civil.

Exemplos, alguns países da AFRICA, VENEZUELA, entre vários países mundo a fora.

É incrível como o POVO não reage. Será medo ou incompetência?

Vejo um monte de gente se matando e matando, por que sus clubes de futebol não vão bem, coisa que não os acrescentarão em nada, mas quando o trato é política, seu bolso, ficam como cordeirinhos, morrem CALADOS.

Lamentável!
Etelvo Rocha, Gerente de Recursos Humanos
Etelvo Rocha
Comentário · há 3 anos
Desde a fecundação até o nascimento, forma-se uma vida. Diante de tal, será necessário entender que a interrupção por opção, dar-se-a da mesma forma que dizer: "vou ali matar alguém!".
Mas, os argumentos do Exmo. MIn. do Supremo, na atual conjuntura, nem digo mais política, mas sim social, educacional, de saúde pública, estas, não nos permite, se bem pensar, produzir mais filhos.
Os bebês em formação não tem culpa de sua existência, independente do meio concepcional, é um ser "VIVO", merecedor de toda atenção, seja ele advindo de um estupro, de um indesejo, etc.
Ocorre que, para nossa cultura, agora sim, política, nos falta serviços públicos de QUALIDADE.
Na área de saúde pública não há investimentos maciços em EDUCAÇÃO SEXUAL, mas com isso não falo na questão da OPÇÃO mas na conscientização da famílias em quando ter um filho planejado.
Hoje em dia, apesar das muitas maneiras de não permitir que um embrião se torne ser de fato, não existe programas eficazes para este fim. Existe sim, coisinha miúdas que não abrangem 30% da população mais carente, programinhas eleitoreiros mantidos para que estes entendam que o estado preocupa-se com eles e continuem a votar em quem ,"supostamente", os favorecem.
Essa mesquinhez abutre dos nossos políticos, torna-nos uma população cada vez mais, propositadamente IGNORANTES, e faz nascer e crescer pessoas, que, no futuro, pela sua total insuficiência, venha a se tornar marginais futuros. em muitos casos.
No dia que o Brasil, se preocupar mais com os brasileiros, e esquecer de se divertir com redes sociais das nossas próprias misérias, talvez teremos um pais digno.
O Governo deveria ampliar, isso em caráter permanente, suas ações sociais, mais abrangentes, de conscientização do que é a responsabilidade de se criar um filho. E manter a distribuição de métodos anti-conceptivos aos mais carentes, antes que se fecunde a vida, pois ela passa a existir a partir dali, e sendo assim, "matar" é crime ediôndo, premeditado de incapaz e incorre nos mesmos tanto a mãe, como o governo que o incentiva. É meu ponto de vista.
Prevenir, todos os dias, evita até que se nasça um ser inocente a partir de um crime de estupro.
A Educação, em seu termo amplo, constrói uma sociedade mais justa e sólida. Infelizmente nosso ADMINISTRADORES não querem, porque, é como a fruta proibida que Eva comeu, abre os olhos e faz enxergar coisas que não seriam aprovadas por um povo culto.
Desculpem...

Perfis que segue

(5)
Carregando

Seguidores

(2)
Carregando

Tópicos de interesse

(3)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros perfis como Etelvo

Carregando

Etelvo Rocha

Entrar em contato